O que é Débito Conjugal: Posso negar-me à minha esposa ou ao meu esposo? | 38 de 365

O que é Débito Conjugal: Posso negar-me à minha esposa ou ao meu esposo? | 38 de 365

São Paulo nos adverte sobre uma verdade escondida nos matrimônios católicos: o corpo do esposo pertence a sua esposa e vice-versa. As pessoas não sabem que, para o cristianismo, há um dever entre os cônjuges: chama-se débito conjugal. Só por razões graves o cônjuge pode negar-se sexualmente ao outro. Isto porque o corpo de um não mais se pertence.

Depois da cerimônia celebrada pelos noivos e assistida pela testemunha qualificada, os recém-casados se tornam misteriosamente uma só carne. Já não são mais dois, senão um só. Na perspectiva cristão, depois da união matrimonial, esposa e esposo não se pertencem mais. São Paulo nos ensina: “A mulher não pode dispor de seu corpo: ele pertence ao seu marido. E da mesma forma o marido não pode dispor do seu corpo: ele pertence à sua esposa. Não vos recuseis um ao outro, a não ser de comum acordo, por algum tempo, para vos aplicardes à oração; e depois retornai novamente um para o outro, para que não vos tente Satanás por vossa incontinência” (I Cor 7, 4-5).

Um dos motivos desse ensinamento é a proteção ao matrimônio. Deus deu o esposo e a esposa como remédio contra a concupiscência, para que se protegessem contra a infidelidade conjugal. Negar-se um ao outro pode colocar o cônjuge em situação de risco desnecessário, claro, se não houver realmente grave motivo para o casal abster-se do ato conjugal. De fato, a doutrina do débito conjugal não pode servir como modo de domínio e violência contra qualquer cônjuge, mas não se pode esconder esse dever que está anexo intrinsecamente ao vínculo conjugal.

Ao unir os cônjuges formando um só, o Senhor Jesus uniu suas alamas mas também quis unir seus corpos. Não esqueçamos desse aspecto da vida conjugal. A santidade conjugal toca também o corpo dos cônjuges e gera esse dever de caridade para seu marido e para sua esposa.

Assinar o canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCOWheh0yDnlUBSp9wynm3HQ?sub_confirmation=1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *