O problema é o outro | 22 de 365

O problema é o outro

A premissa mais perversa do Mito do Príncipe Encantado é a suposição de que, no relacionamento que agora vivo, o responsável pelos maus caminhos é sempre o outro. Afinal, se há um sapo é por que há uma princesa, não é? Se há uma rã é porque existe um príncipe para transformá-la em membro da realeza, alguém para oferecer-lhe sangue azul. De fato, quem imagina seu relacionamento sob essa chave de leitura supõe que se faz parte da realeza e que o outro – o anfíbio gosmento – é que precisa mudar para que o relacionamento se transforme da água para o vinho. Ledo engano! Nenhum relacionamento é composto de um só anfíbio. Dizendo de outro modo, não existe princesa! Muito menos príncipe!

Nesse vídeo vamos refletir sobre esse verdade de todo o relacionamento: a culpa não é apenas o outro. Você não é um membro da realeza. Até hoje nunca testemunhei problemas em matrimônios que pudessem ser resumidos apenas no erro de uma só pessoa. E a mentalidade de quem pensa que o problema é o outro resume todas as dificuldades de relacionamento, todas as falhas de caráter, todas as discussões por causa de nada, tudo enfim, a uma pessoa apenas: o outro! Essa perspectiva míope e injusta não cessa de criar dificuldades porque falsifica a realidade. Olhando o mundo sob essa matiz o casal vai ter discussões homéricas e insolúveis, pois não será possível ver que todos têm parte dos problemas que rondam seu relacionamento. Todos são relativamente responsáveis. Todos precisam pagar o imposto da humanidade para que seu relacionamento seja alçado a maiores alturas. Jogar na conta de apenas um membro da família, o sapo, a responsabilidade por todas as fraquezas, desesperanças e desavenças é de uma covardia sem tamanho. Lembre que todos fomos salvos. E isso indica que todos somos pecadores. Não é só de um a culpa pelos nossos problemas.

 

Assinar o canal do site Famílias Santas no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCOWheh0yDnlUBSp9wynm3HQ?sub_confirmation=1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *