Dica de Leitura: Fé, Verdade e Tolerância, Joseph Ratzinger | 86 de 365

Dica de Leitura: Fé, Verdade e Tolerância, Joseph Ratzinger

Formar-se para o matrimônio é uma tarefa árdua. Não há caminho simples ou rápido. Uma luta que tenho é convencer aos meus amigos e alunos que essa nossa sociedade líquida e relativista precisa ser combatida com educação e conhecimento. Por isso, para formar a família cristã como Deus quer é preciso mais que boas intenções e videozinhos na internet. É preciso ler! E eis aqui uma preciosidade! O livro “Fé, verdade e tolerância”, do Papa Bento XVI.

Release: Poucos meses antes de se tornar papa, o Cardeal Joseph Ratzinger colocou no livro Fé, Verdade, Tolerância, o seu pensamento sobre tudo quanto se refere ao fenômeno religioso: a origem e a diversidade das religiões, as três religiões monoteístas e suas relações intrínsecas, a existência de uma religião verdadeira e a pretensão à universalidade da religião cristã. Estes e outros temas são examinados com a profundidade que caracteriza o teólogo alemão. Responde às perguntas que obrigatoriamente se colocam as pessoas que gostam de transcender os condicionamentos próprios das sociedades consumistas e tecnicistas. O livro destina longas páginas à análise da Teoria da Libertação, que influiu e ainda influi em muitos países da América Latina; e contempla alguns tópicos teológicos, como o das religiões asiáticas, a New Age e as causas da helenização do cristianismo. Os temas da relação entre a razão e a fé, os fundamentos da democracia, a liberdade e o marxismo são exaustivamente estudados. Para entender todas essas questões, Joseph Ratzinger nos explicará antes o que é a cultura e como as religiões são um elemento constituinte das mesmas. Terminará o seu texto vinculando a Verdade e o Amor: “A verdade e o amor são idênticos”. Esta proposição – compreendida em toda a sua profundidade – é a suprema garantia da tolerância que todas as sociedades livres devem praticar.

Vou deixar uma pequenina citação do livro aqui:

O encontro entre a fé da Bíblia e a filosofia grega foi verdadeiramente ‘providencial’.

RATZINGER, Joseph. Fé, Verdade e Tolerância. São Paulo: Inst. Bras. de Filosofia e Ciência Raimundo Lúlio, 2007, p. 90.

Desconsiderar a cultura humana em favor de uma fé espiritualista e desencarnada não é o caminho para uma melhor formação. Foi Deus mesmo quem quis preparar a teologia pela filosofia. Se Deus mesmo pensou nisso, por que você menospreza o papel da filosofia e da cultura na sua formação? Sua família merece mais, meu irmão. E eu posso ajudar nisso.

Por favor, compartilhe o vídeo para seus contatos e curta a nossa fanpage. Ajude-nos a formar matrimônios mais santos e a salvar famílias para Deus.

Por favor, assine o canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCOWheh0yDnlUBSp9wynm3HQ?sub_confirmation=1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *