Dia de Corpus Christi: Um Mistério de Amor ao Homem | 74 de 365

Dia de Corpus Christi: Um Mistério de Amor ao Homem

A formação para o matrimônio não pode esquecer do papel fundamental da fé. Só pela preparação humana, só pelo esforço próprio, só pela luta estoica pela virtude nenhuma família se torna realmente cristã. É necessária a Graça de Deus para transformar o amor humano em algo mais que isso, algo mais que uma ação meramente humana. Propriamente não é possível viver o matrimônio cristão com as exigências que ele possui sem ser sustentado pela Graça. Já disse Santo Agostinho: Dá-me o que pedes, e pedes o que quiseres.
No dia em que louvamos Jesus Cristo escondido no Santíssimo Sacramento do Altar, sugiro essa reflexão. Li há muito tempo, salvo engano em um livro de Santo Afonso Maria de Ligório: ao aproximar-nos do Santíssimo Corpo e Sangue do Senhor, ao tomá-lO em alimento, algo absolutamente inesperado acontece.

Toda vez que nos alimentamos, aquilo que tomamos como alimento vai se transformando em nós: a água que bebemos, o doce que comemos, tudo o que usamos para manutenção da vida se transforma em nós. Na Festa do Corpo e do Sangue do Senhor algo novo acontece. Não é o alimento que se transforma em nós, somos nós que nos assemelhamos àquilo que comemos. À medida que nos alimentamos do Corpo e Sangue de Jesus nós vamos nos transformando nEle. Que nossas famílias aprendam, nesse dia de comemorações, esse segredo da vida cristã e o aplique cada dia: transformar-se em Cristos, uns para os outros, frequentando cada vez mais a Eucaristia. Que nossas vidas sejam transformadas pelo Senhor Jesus, que vai cristificando-nos à medida que dEle nos alimentamos.

Por favor, compartilhe o vídeo para seus contatos e curta a nossa fanpage. Ajude-nos a formar matrimônios mais santos e a salvar famílias para Deus.

Assinar o canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCOWheh0yDnlUBSp9wynm3HQ?sub_confirmation=1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *