Devo ensinar religião aos meus filhos? Isso não é uma violência? | 62 de 365

Devo ensinar religião aos meus filhos? Isso não é uma violência?

É bom ensinar a religião da família para os próprios filhos? Não será que as crianças podem se sentir violentadas com a imposição da opinião dos pais sobre a dos filhos? Essa é uma questão que, algumas vezes, incomoda os pais e mães cristãos. O que dizer quanto a isso?

Pois bem, deve-se dizer primeiramente que é óbvio ser um direito dos pais ensinar aos filhos tudo o que lhes pareça bom. Não tem cabimento imaginar pais e mães que não aplicam vacinas em suas crianças com o argumento de que aguardam que elas cresçam e decidam se querem viver doentes ou saudáveis. Ou pais que não proíbem aos filhos o manuseio de instrumentos de corte afiados, com o raciocínio de que não sabem se as crianças quererão ou não ter marcas e cicatrizes nos braços. É claro que administram-se vacinas compulsoriamente e proíbem-se facas e cutelos do mesmo modo. E o princípio é simples: é um direito dos pais ensinar o que lhes pareça bom aos seus filhos. Ter saúde parece bom, por isso é um direito – e até um dever – dar vacina contra a poliomielite para as crianças. Ter religião parece bom, logo é direito – e um dever, diria – ensinar-lhes a religião da família.

Mas eu quero contribuir com outra perspectiva: eu vivi na pele a visão neutra, de quem prefere abdicar o dever de educar religiosamente seus filhos. E posso dizer: é péssimo! Por várias razões, mas uma delas é a falta de princípios claros para a ação humana. Sem um sistema de valores, como aquele que as religiões proporcionam, é muito difícil para uma criança ou adolescente decidir o que fazer em ocasiões um pouco mais difíceis. Meus pais tomaram essa decisão para facilitar a vida deles – que não precisam discutir que religião seria a da família, já que eram de religiões diferentes – mas tornou nossas vidas bem mais complicadas. Deus consertou o caminho de alguns, mas não posso dizer que foi uma decisão sábia a que tiveram.

Por favor, compartilhe o vídeo para seus contatos e curta a nossa fanpage. Ajude-nos a formar matrimônios mais santos e a salvar famílias para Deus.

Assinar o canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCOWheh0yDnlUBSp9wynm3HQ?sub_confirmation=1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *