Matrimônio

Dica de Cinema: Terapia do Sexo (Thanks for Sharing), Stuart Blumberg | 96 de 365

Dica de Cinema: Terapia do Sexo (Thanks for Sharing), Stuart Blumberg | 96 de 365

Dica de Cinema: Terapia do Sexo (Thanks for Sharing), Stuart Blumberg Um dos temas mais importantes na luta pela família atualmente é a luta contra a pornografia. Se você pesquisar aqui no site, já abordamos esse assunto diversas vezes, na perspectiva ética e médica (vejam aqui). O filme dessa semana trata de modo bastante sincero e fiel um dos dramas escondidos no nosso tempo hipersexualizado: o vício em pornografia. Sinopse: Uma comédia romântica que reúne três personagens diferentes que estão aprendendo a enfrentar um mundo Continue lendo

A pequena virtude da humildade | 95 de 365

A pequena virtude da humildade | 95 de 365

A pequena virtude da humildade Não existe virtude mais importante que a humildade. Ela é pequena, pouco falada, mas é a mais desejada por todos os cristãos. Por ser humilde é que a Virgem Maria foi elevada acima de toda a humanidade: “Ele viu a humildade de sua serva”. Deus sempre vê a humildade de seus filhos, assim como não deixa de espiar sua soberba. Santo Afonso Maria de Ligório louva muito bem essa virtude. Ele chega a dizer, num exagero de beleza retórica, mas Continue lendo

A amizade é empecilho para o matrimônio católico? | 94 de 365

A amizade é empecilho para o matrimônio católico? | 94 de 365

A amizade é empecilho para o matrimônio católico? Posso casar com meu amigo? Algumas pessoas afirmam que o matrimônio entre amigos não dá certo. Dizem que pessoas muito parecidas não se dão bem, acreditam que ser muito parecido pode atrapalhar a vida matrimonial. Curiosamente, chegam a quase dizer que o melhor matrimônio é aquele que ocorre entre inimigos, entre as pessoas que não tem nada em comum. Ora, é claro que não é verdade que seja assim. A filosofia já tratou disso no passado. Aristóteles Continue lendo

Dica de Leitura: Familiaris Consortio, São João Paulo II | 93 de 365

Dica de Leitura: Familiaris Consortio, São João Paulo II | 93 de 365

Dica de Leitura: Familiaris Consortio, São João Paulo II São João Paulo II deixou-nos, dentre tantas obras maravilhosa, um verdadeiro manual para a família cristã, compendiado na Exortação Apostólica Familiaris Consortio (O consórcio familiar), de 1981. É obra obrigatória para quem se prepara para o sacramento do matrimônio e para quem já o contraiu há mais tempo. É um livro de formação permanente para o seu sacramento: para você cuidar do seu cônjuge como ele merece e como ele precisa ser cuidado. Release: O documento Continue lendo

E se Deus não existir? É possível compreender Deus pela razão? | 92 de 365

E se Deus não existir? É possível compreender Deus pela razão? | 92 de 365

E se Deus não existir? É possível compreender Deus pela razão? Toda a doutrina para a santificação da família está apoiada no fato de que há um Deus, cujos desígnios para a família se constituíram para além da vontade humana. Portanto, a felicidade de todo homem – crente ou não! – é entender esses desígnios e cumpri-los fielmente, ainda que vejam neles não Deus, mas a lei da natureza, a lei da biologia, ou algo do gênero. Contudo, podemos propor para as famílias cristãs uma Continue lendo

Evangelho da Família: Quem dizem os homens ser o Filho do Homem? (Mt 16, 13-19) | 91 de 365

Evangelho da Família: Quem dizem os homens ser o Filho do Homem? (Mt 16, 13-19) | 91 de 365

Evangelho da Família: Quem dizem os homens ser o Filho do Homem? A Festa de São Pedro e São Paulo no Brasil é comemorada no domingo. E as leituras do domingo são substituídas pela leitura da Festa dos Santos Apóstolos. Hoje, o Evangelho de São Mateus apresenta o diálogo que o Senhor Jesus teve com os Apóstolos. Quem dizem os homens que é Jesus de Nazaré? Essa pergunta pode ser direcionada também a nossas famílias. A resposta a essa pergunta vai orientar o modo como Continue lendo

Não existe família cristã sem oração | 90 de 365

Não existe família cristã sem oração | 90 de 365

Não existe família cristã sem oração A Virgem Santíssima era mulher de oração, profunda e frequente. A família cristã, que queira assim ser chamada de verdade e não só por conveniência, sabe que não pode agir diferente. Seus componentes devem ter hábitos frequentes de oração, particular e em comum. Se queremos ser parecidos com a Família de Nazaré devemos imitá-la em tudo. Agora, você imagina o lar de Nazaré sem oração? Sem uma visão sobrenatural das coisas? Sem constante pergunta sobre a Vontade de Deus Continue lendo

Dica de Cinema: Um senhor estagiário (The Intern), Nancy Meyers | 89 de 365

Dica de Cinema: Um senhor estagiário (The Intern), Nancy Meyers | 89 de 365

Dica de Cinema: Um senhor estagiário (The Intern), Nancy Meyers Um dos temas mais duros para o casal cristão é a infidelidade conjugal. Ninguém que tenha um coração humano de verdade consegue ignorar tanta dor que brota dos inúmeros casos que acontecem entre amigos próximos, dentro das igrejas, entre membros de nossa família. A comédia-romântica Um senhor estagiário (The Intern), de Nancy Meyers, trata desse assunto brevemente, mas de modo bastante interessante. Acredito que é uma boa oportunidade de reflexão para sexta-feira à noite. Sinopse: Continue lendo

Perseverança: o desafio de todo cristão | 88 de 365

Perseverança: o desafio de todo cristão | 88 de 365

Perseverança: o desafio de todo cristão Dietas que começam na segunda-feira de manhã e naufragam na quarta-feira; promessas de conversão que não duram até o próximo mês; falta de constância na luta contra os pecados pessoais. Arrisco dizer que esse é um dos maiores inimigos da vida matrimonial: a inconstância. Ser perseverante é uma das virtudes mais importantes do cristianismo. O próprio Senhor Jesus a elogiou em vários momentos da sua vida pública: as virgens prudentes e o servo fiel,  além da doutrina da perseverança Continue lendo

Alegria e Felicidade: Não Confunda e Não se Engane | 87 de 365

Alegria e Felicidade: Não Confunda e Não se Engane | 87 de 365

Alegria e Felicidade: Não Confunda e Não se Engane Muitos casamentos passam por dificuldades por confundirem alegria e felicidade. Confundem-se sentimentos rasos e temporários com propósitos grandes e comprometedores. Aí, a jovem esposa olha para o lado e vê sua turma do colégio em situações de alegria e euforia semanal e compara com a monotonia de sua vida difícil; o rapaz recebe nas mídias sociais as notícias eufóricas da última balada de sua turma da faculdade e sente-se um bobo por aceitar o desafio da Continue lendo